quarta-feira, 28 de agosto de 2013

quando murcham as flores

a minha resistência não era tanto às flores, mas àquilo que se acabava. ainda que eu soubesse da possibilidade permanente de plantar novas sementes, as petálas nunca mais seriam as mesmas.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

curvas inesperadas

talvez a dor seja inerente à curva. se planejávamos seguir por aquela estrada, e agora fazemos uma curva brusca, a consequência talvez só poderia ser essa: a sensação de neblina, de futuro embaçado.

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

experiência

com o tempo, até a sofrer a gente aprende.