domingo, 4 de dezembro de 2016

moça encaracolada

essa moça encaracolada transmite a paz do chá que se degusta pausadamente em xícaras gentilmente desenhadas a mão. as curvas dos fios se revelam comprometidas com a beleza da composição de uma silhueta desforme e sendo por isso imensidão. as palavras ditas pela moça encontram no meio das frases intervalos suficientes para dar tempo de suspirar. é a fala alcançando o ritmo da inspiração. é verdade que ela traz luta na bagagem e não recua diante dos obstáculos que os dias lhe presenteiam. é aí que ela guarda sua força, nessa capacidade de não desistir dos amanhãs. na rotina ela se compõe tradicionalmente de calças jeans, combinando-as com algumas estampas do seu humor. senti agradecida desde que essa moça chegou em terra nossa, afinal é sempre motivo de alívio descobrir âncoras em meio às tempestades.