domingo, 21 de julho de 2013

não é por nada, é por você.

não é pelo seu corpo, mas é pelo corpo que é seu. não é pela sua roupa, mas pelos panos que vestem você. não é pela sua aparência, mas pela moldura que existe em você. não é por nada que caiba em alguma vitrine, ou em algum período promocional, mas pela história contada pelos cílios, ancorada na pele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário