quarta-feira, 22 de agosto de 2012

a sua versão dos fatos

pra escrever sua história preciso guardar meu coração por um tempo, tirá-lo do peito e colocá-lo dentro de um intervalo. pra escrever sua história, você precisa parecer desconhecido pra mim, pra que eu possa questionar aquilo que você construiu como óbvio. pra escrever sua história eu não posso ser apenas ouvinte, eu preciso conjugar os verbos. pra escrever sua história eu não posso tentar ser você, é fundamental que eu continue observando-o do muro ao lado.

Um comentário:

  1. nossa, é tão difícil acertar a mão nessa medida para evitar conju"l"gar verbos alheios...

    :)

    ResponderExcluir