sábado, 4 de junho de 2011

ela, autora da própria biografia

coragem não é assim tão descabida, preenchida de incoerência, do outro lado da rua os ouvi comentando da coragem dela de seguir adiante numa trilha sem porto de chegada, talvez dissessem isso tal era o medo deles de viver em alto mar, mas ela não era simplesmente corajosa, ela sabia dos seus porquês, e saber as razões nos permite avançar para além das fronteiras que nos contam existir, são tantas histórias inventadas pra nós, que é um perigo quando descobrimos ser o mundo um infinito de possibilidades muito maiores que os capítulos já lidos, nos descobrir autores nos faz descer do palco e se quer precisar de platéia.

2 comentários:

  1. Débora, gostei de seu blog e sigo. Até já estou comentando ai. Inteligente e sábio seus texto. Perfeito. Caso queira visitar e seguir o meu fique a vontade.

    luizmageste2m.blogspot.com

    Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Olá Luiz, incrível esse mundo virtual, que nos permite chegar as letras de outros nunca antes imaginados, não é mesmo? seja bem vindo por essa maré que não para de ir e vir... também visitei seu blog, continue escrevendo, alivia e nos amadurece.

    ResponderExcluir