segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

a menina

as árvores passavam contra a luz. com cor preta elas se destacavam frente ao céu laranja, que se despedia do sol. a visão limitada pela janela do carro ultrapassava o vidro fumê realçado pela noite. no meio da floresta lá estava a menina e seu amor. de mãos dadas eles faziam tudo o que um casal apaixonado poderia fazer. a menina tudo imaginava, mas o menino não estava lá... e se quer em pensamento deveria estar. essa menina vive a fantasiar. a vida dela se confunde com o que ela sonha e quando toca o despertador é complicado saber ao certo o que aconteceu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário