segunda-feira, 14 de abril de 2008

despedidas...


Natália diz: "te amo demais!!! e evito falar do que está por vir de tanta insegurança e medo!!! você vai estar sempre comigo em meu coração..."

branquinha,
não sinta medo ou insegurança quando se tratar de sonhos... munidos deles podemos enfrentar a maior das muralhas. agora, eu preciso buscar os meus... que faz tempo que não os encontro mais entre as quatro paredes do meu quarto. eles se perderam na multidão deste mundo, vasto mundo. sonhando nos transformamos em fortalezas inatingíveis... porque não há pedra que possa vir a representar um obstáculo.

por tudo isso peço que converta seu medo e insegurança em felicidade... na certeza de que eu estarei a alçar um dos meus maiores vôos.

assim como você eu também evito falar da distância... a saudade dói, antes mesmo da minha partida... e faz sangrar... jorrar lágrimas disparadas. eu a amo com todo o meu coração e pode estar certa de que a levarei dentro de mim pra onde quer que eu vá... sangue do meu sangue... isso ninguém jamais vai nos roubar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário