quinta-feira, 14 de maio de 2009

entre o que ele via e refletia...

olhava-se em um pedaço de metal que o refletia. um espelho trincado com pontas afiadas, prontas pra cegar. com a escova o menino penteava o cabelo, que de tão crespo não se movia um fio. penteava também a sombrancelha e o bigode que começava a nascer. penteava um de cada vez e várias vezes cada um. depois se admirava no espelho. continuava o mesmo, mas olhava como se tudo houvesse se tranformado. se achava mais bonito. olhava o espelho e depois enxergava o mundo. criava ali uma estranha dependência...

2 comentários:

  1. meu cabelo sempre me parece diferente e ninguem percebe isso.

    estou na duvida se fico triste ou feliz.

    ResponderExcluir