quinta-feira, 28 de maio de 2009

paisagem viva

à beira-mar ela esticava tanto o corpo que a pele começava a ter desejos de asas soltas dos ossos. esticava e deixava os braços obedeceram a gravidade. o corpo movimenta-se no círculo imaginário, subindo e descendo montanhas. de olhos fechados ela enxergava paisagens mais coloridas do que aquelas pintadas em quadros que fugiam das telas. ela fazia parte daquela composição. era com certeza a árvore com troncos que tocavam mais alto o azul daquele céu...

Nenhum comentário:

Postar um comentário