sábado, 31 de outubro de 2009

de uma vida sem pontas

todos os dias eu me canso e cada dia mais. me deixa aflita o amanhã com data marcada na agenda. eu não suporto o percentual que acompanha o número. prefiro o zero e o que vem antes dele. o ato de somar é compulsivo, não há um último algarismo e o céu faz-me perder qualquer coisa que eu nem tinha. porém o chão é quadrado e não amortece as minhas quedas. o ar também não.

2 comentários:

  1. Vou copiar e colar no meu orkut. Simplesmente adoro o que escreves!!!

    ResponderExcluir