domingo, 17 de junho de 2012

racismo explícito

hoje, enquanto eu esperava o ônibus, um homem deu o sinal para o 8106. o motorista parou, e quando o viu, seguiu em frente, não o deixando entrar. pequeno detalhe: o homem era negro. aconselhei-o a manifestar o ocorrido, pois manter o silêncio era como dizer que coisas assim não acontecem. ele preferiu não fazer nada. talvez ele viva isso com tanta frequência que chegou ao ponto de acostumar, quase acreditando na coerência do motorista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário