domingo, 23 de setembro de 2012

prisão em liberdade

acabei de ver uma entrevista de um juiz federal, que atua no Mato Grosso do Sul. ele trabalha confiscando bens obtidos ilicitamente pelo tráfico. para ele, vivenciamos hoje a 3 Guerra Mundial, porém sem um inimigo declarado, o que dificulta o fim do conflito. há anos ele só anda escoltado, e a última viagem que fez a passeio foi em 2001. ele conta que já não tem vida social. chega sexta-feira a noite do trabalho, e só volta a ver a rua na segunda pela manhã. questionado se acredita que um dia poderá se ver livre da escolta, ele responde que nunca, que já não tem condições psicológicas de abandonar esta proteção. ele tem um livro, no qual ele relata os pesadelos frequentes. a maioria são cenas dele fugindo da escolta, pulando o muro da própria casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário