terça-feira, 13 de abril de 2010

acelerando

é complicado quando não se sabe lidar consigo mesmo. é complicado quando todos te dizem para se podar, para esperar, para respirar. ar. não sabem todos que essa é a minha natureza e que não necessariamente é errante. é complicado quando se carrega dentro dos olhos tudo o que se vê. sem perceber se esquece que as portas estão abertas e que tudo entra desenfreadamente, com pressa, atropelando, enlouquecendo. explodir é exaustivo, principalmente quando se vê que depois só restam cinzas. e aí você é obrigado a enterrar aquilo que ainda vive e mal começou a nascer. é complicado quando se tem uma velocidade diferente. é solitário, é estrada de mão única, é janela com grades. é complicado ser eu mesma e não poder ser outra. é realmente complicado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário