quarta-feira, 7 de setembro de 2011

que sorte a minha

e se eu tivesse ido a outro lugar, e se eu tivesse chegado 10 minutos mais tarde, e se eu tivesse conversado com outra pessoa, e se meus planos nunca chegassem a Sabará, teríamos nos encontrado ainda assim? estaríamos hoje nesta mesma história? não acredito em coincidências, tampouco em acasos, nossas escolhas alcançam nossos passos, e por sorte, em meio a toda essa multidão eu encontrei um pedaço de mundo pra compor o meu.

2 comentários:

  1. Quem disse que o se é apenas uma negação ou um querer, ele é o talvez.

    ResponderExcluir
  2. ele é a beira, ele é o quase, ele é a dúvida!

    ResponderExcluir