sexta-feira, 11 de março de 2011

lugares marcados

é sempre um risco atravessar a rua naquele lugar que a gente se esbarrou na terça-feira. é só me aproximar daquele ponto de encontro pra memória atrair a realidade, e acontece, que em dias assim você acaba surgindo. seria mais adequado que nossos encontros fossem em lugares não identificáveis, pra que depois não ficassem eternizando minhas lembranças com coisas que não são minhas. ver você é sempre um risco de voltar aos dias de ontem. eu estou tão bem assim que hoje quase te pedi pra nunca mais me procurar em meus esconderijos. mas acabei não pedindo e nunca irei pedir. nossos encontros são crimes, e eu, sinceramente, não quero ser despida pela lei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário