quarta-feira, 9 de março de 2011

tristeza de Cristine

Cristine era triste, e por assim ser, tudo a sua volta também o era. seu nariz fazia delicadamente as curvas, nascendo dos dois lados duas formas arredondadas que só se sobressaiam quando por um descuido Cristine sorria. apesar de triste, Cristine tinha as bochechas rosadas, fingindo ter vida através da pele. os cabelos eram curtos, cortados antes mesmo de encontrar a nuca. os olhos puxavam pro céu, mas ela não erguia muito o olhar, não havia mundo que lhe interessasse. a boca era pequena, e em sua pequenez carregava uma porção farta de lábios avermelhados. eram bonitos os seus traços, e a sua tristeza lhe caía bem. solitária que era, fazia planos de morar bem longe do lugar que viera, pra poder ser ainda mais triste. não que ela buscasse tanta tristeza, mas ela sabia da impossibilidade de negar a si mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário