segunda-feira, 30 de julho de 2012

imortais

gostava de guardar o mundo inteiro dentro de álbuns. os olhos ficavam afoitos demais com as possibilidades de imagens, então ela congelava instantes pra poder olhar quando o corpo assim pedisse. podia então ver um pôr do sol durante a madrugada, poderia passear pela costas nuas dele mesmo em sua completa ausência, dava até pra abraçar diariamente a mãe que não via há tempos. as fotos guardam vivos os sentimentos, as pessoas se tornam imortais quando fotografadas pelas retinas de uma camêra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário