terça-feira, 3 de julho de 2012

dos relógios que não marcam o nosso tempo

estou desconfiada do meu relógio, ele insiste em caminhar devagar, os ponteiros custam a marcar a hora certa, estou desconfiada que os minutos não são feitos para todos, e que o meu tempo é marcado pelos ponteiros expostos pelas esquinas da minha pele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário