sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

pela segunda vez, meu nascimento.

aconteceu. sem cinzas nem enterro. me deixei morrer no oceano do meu rosto. agora cá estou eu, de novo, mais uma vez. nasci. incrivelmente. naturalmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário