segunda-feira, 24 de maio de 2010

amanhã

no meio das lágrimas ele me entregou uma folha em branco. eu que já era toda rabiscada, cheia de linhas, agora tinha em mãos uma folha em branco. dá medo, né? o amanhã chega a causar espanto! principalmente amanhãs feito estes, que podem ser qualquer forma de futuro.

2 comentários:

  1. Tenho adorado o que tenho lido.
    Parabéns, Débora.
    Gosto muito do seu jeito de escrever.

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. então vamos trilhar outros caminhos? vamos de mãos dadas? quero a sua companhia menina!

    ResponderExcluir