domingo, 9 de maio de 2010

você sabe o que é amor?

por acaso você fala de amor? você sabe dizer eu te amo? você ama quem? você não ama qualquer um? você ama pessoas com nomes? você não ama qualquer par de olhos? eu não sei que tipo de amor é esse que se escolhe. amar deveria ser uma ação realizada às cegas. não se deveria amar uma cor, uma pessoa, um objeto. deveria se amar simplesmente. o amor me parece egoísta, me parece uma forma de prazer. amar aquilo que a gente gosta, aquilo que se admira, aquele que a gente se enxerga. amor bonito é aquele que está sempre ali, antes das imagens, antes de sermos qualquer coisa, antes dos reflexos. amar por amar. eu amo você naquilo que você é. eu não amo só as flores pelas quais eu me apaixono. amo também aquelas que se murcham. amo porque há em amor em tudo que toco, em tudo que vejo, em tudo que respiro.

2 comentários:

  1. Se viver ultrapassa qualquer entendimento, amar é maior que qualquer despreendimento. Tava com essa frase pronta na cabeça há uns 3 dias e achei aqui o lugar para usá-la.
    Amar deve ser muito mais que já é. Amar supera, estoura, expande, instiga e move. Seja lá que amor for. Ame, ame muito e ame bem. Sem saber a quem.

    ResponderExcluir
  2. mas tem gente que preciso citar, entre aspas, em negrito e sublinhado. amo você amiga!

    ResponderExcluir