domingo, 29 de janeiro de 2012

círculo fechado

dentro do mundo da gente liberdade é um privilégio, há quem se diga livre, talvez não saiba bem de quê, dentro do mundo da gente tem muita tradição, é difícil contestar valores consolidados pelos dias sem interrogações, dentro do mundo da gente sobra expectativa, por vezes nos transformam em marionetes do caminho que não se percorreu, dentro do mundo da gente tem muito julgamento daquilo que se pinta como verdade, e se no escurecer das tardes surgir alguém que duvide destas certezas logo se exclui o outro pelo receio de tamanha semelhança, dentro do mundo da gente os homens se reunem em grupos e dizem se relacionar com pessoas, mas os grupos são fechados para outras pessoas, que tipo de homem será este afinal que escolhe pessoas nos caminhos que ele determina pra si?, dentro do mundo da gente tem pouco espaço para outros mundos.

2 comentários:

  1. bom, essa questão de pensar diferente está muito ligado à ideologia corrente. aquele que pensa diferente é silenciado e desprezado. não é justo,claro.

    estou seguindo

    ResponderExcluir
  2. Suzi,
    e o silenciar das vozes é a tradução simultânea do medo da semelhança.
    seja bem-vinda!
    Abraço, Débora Cecília

    ResponderExcluir