domingo, 8 de janeiro de 2012

é amor.

Eu te amo. Mesmo negando. Mesmo deixando você ir. Mesmo não te pedindo pra ficar. Mesmo não olhando mais nos teus olhos. Mesmo não ouvindo a tua voz. Mesmo não fazendo mais parte dos teus dias. Mesmo estando longe, eu te amo. E amo mesmo. Mesmo não sabendo amar.
— Caio Fernando Abreu

3 comentários:

  1. O Amor parte, não porque não sabemos o que fazer com ele; mas porque não sabemos o que fazer conosco mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Meu amor, enfim passou o tormento, e da melhor maneira q poderia passar.....
    Afinal não é preciso nergamos este amor...

    ResponderExcluir
  3. é isso Guilherme, a gente muda e não se dá conta disso...

    e meu bem, negar já não seria possível, não por cegueira, mas por convicção.

    ResponderExcluir