quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

vai passar!

terminar com você me dá a estranha sensação de que a música parou de tocar, qualquer sinal de cifra causa um tormento tão grande que o som é urgentemente silenciado, e pensar nas tantas músicas que lhe dei dentro de caixinhas contornadas de amanhãs, agora se quer tenho as músicas que antes eram minhas, de repente até abrir a janela causa espanto de uma vida que não para de acontecer, o meu quarto se transforma em refúgio, é meu corpo se moldando outra vez.

2 comentários:

  1. passa, passa sim. respira fundo e segura o tranco, que é certo que vai passar. bem verdade que acontece sutilmente, a passos tão lentos e inconstantes que às vezes dá vontade de gritar. mas aí é só escancarar as dores num berro desses de desentulhar o peito, e aquietar um tantinho a alma pra esperar o pouco que ainda falta. é chato, dói um monte, mas que passa, passa! :)

    desejo muito que seu 2012 seja invadido por uma trilha sonora novinha em folha! beijo grande!

    ResponderExcluir
  2. ju, que suas palavras façam efeito, não vejo a hora! obrigada pela poesia diária, alimento diário, descanso diário.

    ResponderExcluir