quarta-feira, 24 de novembro de 2010

de perto

vesti-me de tranças e deixei a minha saia girar entre os muros do seu castelo. girei tanto que abracei você por inteiro debaixo dos panos seduzidos pelo seu tom de sensatez. você se costurava com linhas de rigidez, e foi só eu chegar mais perto pra desmanchar todo esse figurino de menino emoldurado por portões de ferro. bem rente aos meus olhos você foi se desfazendo do seu personagem, e menino, você precisa saber que de de perto você fica ainda mais bonito.

6 comentários:

  1. que lindo!

    leve, sensual e envolvente

    ResponderExcluir
  2. eu me acho so de pensar que PODE ser pra mim... vc eh especial. surpresa.

    ResponderExcluir
  3. Samis, você também é daqueles que se seduzem por palavras? eu tenho percebido que algumas trazem mel nas reticências que deixam vagando pelo infinito...

    Lio, o barco que te leva é o mesmo que o meu...

    e anônimo, pode se achar, porque é fato que você está sempre entre as letras minhas.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo, que bonito é me ver refletida em você...

    ResponderExcluir