quarta-feira, 3 de novembro de 2010

pequeno grande susto

quando cheguei e vi seus olhos tão pequeninos mergulhados em lágrimas de dor quis logo injetar em você a primeira cura, a mais imediata, o meu amor. a sua queda me fez demonstrar tudo o que eu podia, comecei a pensar que se existissem mais alguns degraus talvez o tempo deixasse de ser nosso. então eu me apressei. cuidei de você, porque fazendo assim eu cultivava os seus dias que prolongavam os meus. coloquei você no colo. agora os papéis se invertiam e era você quem segurava a minha mão. é bom que a gente possa retribuir amor a pessoas assim. não foi nada grave, mas a verdade é que a dor que em você se faz, dói profundamente em mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário