segunda-feira, 18 de abril de 2011

minha forma de dizer que sim

deita aqui que hoje eu quero te contar a nossa história. esqueça o que lá fora ainda existe, agora eu quero o seu resumo, as palavras principais, quero você inteiro entre aspas. deita aqui que eu quero falar os textos que meus olhos não me deixam negar, quero contar que eu aceito o seu beijo como poesia ditada pelos lábios. é a minha maneira de dizer que sim, porque seria muito pobre se eu dissesse simplesmente. evito o clarão, e vou parar naquela sombra. deixo-me na divisa, há sempre o risco de querer voltar, apesar de que a caminhada se faz longa, e eu costumo me perder nos caminhos.

7 comentários:

  1. Se imaginar, é como você disse; ver !
    Então,imagino-a contando a história sobre imaginar, pra se possa ver,os versos que vivem em você.

    Gostei do seu blog,de como te põe nos versos e poemas,e deixas que te imaginem ...

    Beijo no coração.

    ResponderExcluir
  2. Lindos momentos escritos. Não se perca não, talvez não encontre mais o caminho de volta.

    Beijos da Flor

    ResponderExcluir
  3. Blakhorshed, afinal depois que as palavras saem da gente elas ganham uma liberdade de tal forma que nos torna impossível limitar a imaginação de quem as lê... acho isso tão incrível! e que bom que você gostou das esquinas do meu mundo... isso só me incentiva a construir ainda mais lugares pra se morar...

    e Florisbela, hoje sei que perder já não é parte inevitável dos caminhos, não por um excesso de racionalidade, mas por me enxergar inteira nos passos meus...

    ResponderExcluir
  4. Depois de um sim assim, acho indispensáel qualquer outra palavra, e finalizando com um beijo então...

    ResponderExcluir
  5. Linda e delicada forma de dizer: conte-me sobre você, e te direi tudo de mim ...
    Complexo definir suas fronteiras.

    Lindo blog, maravilhosos poemas.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. eu ainda vou continuar um parênteses aí...


    rsrs

    ResponderExcluir
  7. C. e quando eu o beijo é como se eu dissesse sim de várias formas, afinal, os lábios comunicam tanto...

    joshuatree, é como se você soubesse da história inteira, é isso mesmo, eu gosto de ler a pessoa por completo, para que depois aos poucos eu possa abrir alguns dos meus capítulos... e que bom que você gostou da minha morada, vamos tomar um chá na varanda?

    Fernand's, e o que viria dentro dele? fiquei curiosa... rs

    ResponderExcluir