terça-feira, 24 de junho de 2008

filadélfia

Viajar faz bem para a alma. Nesse sábado eu conheci um pouco da Filadélfia. Cidade incrivelmente linda. Passamos de carro na China Town. É como se dentro de Filadélfia houvesse um pedacinho da China. As pessoas saem do país de origem, mas continuam buscando os mesmos laços.

Andamos bastante pela manhã. Entramos em várias lojas, pra confirmar nosso instinto capitalista. Um conselho: quando for viajar não se venda para as vitrines. Fique na rua, canse seuas pernas e mantenha os olhos bem abertos.

Fui comprar uma boina numa loja e comecei a conversar com a vendedora. O nome dela é Lula e ela é da Etiópia. Eu disse que era do Brasil e que estava estudando pra fazer trabalho voluntário na África. Ela ficou super emocionada e a saudade transbordou pelos olhos dela. Ela está há dez anos nos EUA. Eu pedi a ela pra buscar apenas uma coisa na vida: a felicidade. Tenho falado muito sobre isso nos últimos tempos. Acho que me encontrei de tal forma que carrego dentro de mim uma vontade imensa de fazer aflorar nos outros esse sentimento...

A tarde fomos na South Street, uma rua com lojas alternativas. A dona de uma delas nos sugeriu que fossemos conhecer o Magic Garden. Coincidentemente entrou um homem que estava indo pra lá. O irmão dele iria tocar no local e nós fomos o seguindo. O lugar é uma espécie de labirinto com mosaicos de vidro e azulejo colados em todas as paredes. Em cada espaço havia uma interferência artística, com alguém tocando música e algumas atrizes fazendo performances. Valeu a pena.

A noite fomos ao musical Cor Púrpura, baseado no filme de mesmo nome. O teatro é maravilhoso, com arquitetura nos moldes de antigamente. É o maior que já fui, tem cinco andares. A apresentação foi super sensível, apesar de eu não entender o que os personagens falavam eu podia sentir todo o resto: os olhos, os movimentos, os risos, as palmas, as luzes, o foco, a minha pele e a dos outros.

2 comentários:

  1. Debinha,

    Vejo que vc está ótima e vivendo incrivelmente a sua escolha, seu sonho. Lendo vc falar da Philadélfia me senti novamente lá. Sabia, que foi uma das cidades americanas que mais me encantou. Acho que também te encantou. Quem sabe um dia iremos lá com mais tempo pra aproveitarmos muito, muito. Saudades de vc minha princesa, mas lendo suas mensagens sinto-a tão perto do meu coração.
    Muitos Beijos.
    Titia Maria

    ResponderExcluir
  2. ah... quem me dera poder guardar dentro de uma caixinha todo o ar de Filadélfia e todos esse abraços ao vento...

    ResponderExcluir