segunda-feira, 16 de junho de 2008

sem versos nessa noite

tem horas que a poesia me cansa. que fico cavando respostas de versos perdidos na noite. frases sem pontuação. sem despedida. tenho me sentido metade. ora aqui, ora lá. preciso ajustar meu foco. vejo muito embaçado e escuro. ainda bem que salvei a cor. é que tem horas que as palavras me cansam. elas me escondem. são feito roupas de frio, não dá pra ver a pele. e brigam comigo. são mais fortes que eu mesma. mas tem horas que eu quero ficar nua. ser apenas música sem letra. pra deixar escutar o som… me deixa ouvir o seu som agora?

Nenhum comentário:

Postar um comentário