quinta-feira, 26 de junho de 2008

sim

- você me ligou hoje?
- não, não fui eu.
- estou brincando... nem tinha como você me ligar... foi modo de dizer... quis dizer: você pensou em mim?
- todo dia...
- eu quis falar com você esses dias, mas nunca coincidia de você estar
- ah você não quer falar comigo todo dia não? O que você queria falar?
- não é nada... só queria falar, sem nada a dizer
- como sempre
- é que sinto vontade de marcar o nosso casamento
- tenho que te confessar uma coisa também... depois que você me procurou só ficou pior... penso em você todo dia, tô com tanta saudade...
- amo você e todas as suas reações
- aqui, preciso ir... tudo de bom aí... sucesso
- nao me deseje tudo de bom... pq sempre falta um pedaço meu. você.
- olha, não fica brava não, eu ainda vou conseguir conversar com você tudo que você quer, mas não agora
- a gente precisa entender o momento de cada um
- então porque você não entende o meu?
- porque você acha que não entendo?
- porque você fica atrás de mim. sempre
- porque sinto necessidade. não por não entender o seu momento. mas por precisar extravazar o meu.
- como sempre egoísta
- extravazar amor nunca será egoísmo
- e porque você tem que extravasar comigo?? você nao acabou de falar que está vivendo seu momento? e no seu momento hoje eu não estou incluido
- "porque você esta em todas as coisas. até no vazio que me dá"
- e eu não quero saber se você me inclui em pensamento... já falei, nao quero ser só sonho
- isso é simples
- quer namorar comigo?
- quero

2 comentários:

  1. curiosa estou sobre este diálogo rsss

    ResponderExcluir
  2. mas eu não sei falar muito além do que foi dito... é isso aí mesmo. jogado entre versos e abraços perdidos no tempo.

    ResponderExcluir