domingo, 20 de julho de 2008

tarde minha

Reservei minha tarde pra mim. Acho engraçado ver os anos passando e eu continuar a ouvir Sandy e Júnior. Não aprendi a escrever cartas de amor por e-mail. Uso papéis de carta, os mesmos que trocava quando era pequena. Enfeitar meu cabelo me traz tantas dúvidas... ainda fico horas olhando apenas a mão dele. Fico vermelha quando me olham demais. Minha pele esquenta quando ele passa a ponta do dedo no meu rosto. Amo cor-de-rosa. Me sinto Alice quando corto franja. Vou deixá-la crescer porque também gosto de passar minhas mãos entre os fios e espalhá-los. É incrível. Eu falo do sol, da lua, das estrelas, das árvores... eu paro pra olhar a lua laranja à noite. Tenho medo de crescer. De não sentir vontade de recortar imagens de revista pra falar com você. Tenho pavor de não colorir minhas roupas, de pensar que bolinhas não ficam bem com listras. Eu faria uma serenata pra ele. Tocaria músicas por toda uma noite debaixo da janela. Fico sem sono quando deito do lado do amor. Falo mais alto quando quero que ele me veja. Construo castelos de areia quando vou à praia. Fiquei com muita vontade de dançar como aquele casal que vi beira-mar. É por isso que não uso relógio. Eu acordo de madrugada pra fazer algo. Tenho compromissos às 2h da madrugada também. Não suporto formalidades, nem programações. Impossível saber o que quero fazer amanhã. Desculpe, mas não chamarei sua mãe de senhora. Chamar de você facilita abraços. Ternos mascaram demais. Prefiro uma faixa de onça. As pessoas acreditam em mim quando me visto de oncinha. Então, não espere que eu vá cumprir as normas sociais. Elas não foram feitas pra mim. Sinto preguiça de pessoas cultas, que leêm demais, que sabem demais, porque elas acham bobeira falar da flor que vi nascer. Não troco sorrisos por política nem me adequo às diferentes situações. Me sufoco se me prendem, mas levo correntes se fogem demais. Apaixono por quem me faz metamorfosear. Eu me jogo nas mudanças e depois fico querendo catar migalhas de minhas lembranças.

3 comentários:

  1. Débs, amiga, Seus textos continuam maravilhosos. Mto lindo! Eu adoro ler seus textos. São inspiradores.
    bjim da sua amiga

    ResponderExcluir
  2. A exposição de suas idéias me levam pra tão longe...

    ResponderExcluir
  3. vamos para o "longe" juntas? estou pronta e você?

    ResponderExcluir